Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos

Produção de insulina de parceira da Bahiafarma é certificada pela Anvisa

5 de fevereiro de 2018
R

Indar obtém Certificado de Boas Práticas de Fabricação (CBPF), em mais uma etapa do processo de transferência de tecnologia

O Diário Oficial da União desta segunda-feira (05) traz a publicação do Certificado de Boas Práticas de Fabricação (CBPF) da Indar, parceira ucraniana da Bahiafarma no projeto de produção de Insulinas em território nacional para abastecer o Sistema Único de Saúde (SUS). A certificação, solicitada pela própria Bahiafarma à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), marca mais uma etapa no desenvolvimento da Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP) entre as empresas, para transferência de tecnologia da produção de insulinas para o Brasil.

O diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias, destaca a importância do documento. “Além de eliminar qualquer dúvida que houvesse sobre a qualidade e a seriedade do trabalho da Indar, o CBPF corrobora os acertos tanto do Ministério da Saúde, ao promover novas Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs) no Brasil para a produção local de insulina, como forma de estabilizar o fornecimento e os preços do medicamento no País, quanto do Governo da Bahia e da Bahiafarma, ao tornar real o projeto de transferência de tecnologia entre a parceira ucraniana e o laboratório baiano”, afirma.

O acordo tem a perspectiva de beneficiar diretamente milhões de brasileiros que dependem de Insulina para combater o Diabetes, além de promover uma revolução tecnológica e produtiva no Norte-Nordeste brasileiro, ao trazer para a Região a produção do medicamento, que requer uma tecnologia que poucos países no mundo detêm.

A parceria entre Bahiafarma e Indar prevê a instalação da fábrica de insulinas na região metropolitana de Salvador. “Uma fábrica de insulinas é uma unidade de alta tecnologia e estamos dando todos os passos para atingir a excelência na instalação desta unidade”, afirma Ronaldo Dias. “A Indar tem todo o know-how para nos auxiliar neste processo, que vai resultar na mudança de patamar da indústria farmacêutica no Norte-Nordeste brasileiro, com atração e formação de mão-de-obra altamente qualificada.”

Voltar