Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos

Bahiafarma obtém registro para fabricação de teste rápido para diagnóstico de Febre Amarela

26 de setembro de 2017
TesteFA

Dispositivo pioneiro desenvolvido pelo laboratório público baiano é capaz de identificar a presença de anticorpos contra o vírus da doença

A Bahiafarma obteve o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para fabricação do teste rápido para diagnóstico de Febre Amarela, o primeiro do gênero produzido por um laboratório público no Brasil. O documento foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (25).

Com a autorização, a Bahiafarma passa a ser um dos poucos laboratórios do mundo a fabricar dispositivos de diagnóstico rápido para as principais arboviroses (Dengue, Zika, Febre Chikungunya e Febre Amarela). Além disso, o teste rápido para diagnóstico de Febre Amarela que recebeu a aprovação, denominado Teste Rápido YFV IgG / IgM Bahiafarma, é globalmente pioneiro no diagnóstico de infecções recentes ou tardias da doença.

Com uma pequena quantidade de amostra, o dispositivo é capaz de identificar se o paciente teve contato recente (IgM) ou anterior (IgG) com o vírus da Febre Amarela. O resultado do teste é conhecido em até 20 minutos.

O diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias, ressalta a importância do desenvolvimento do teste para a saúde pública brasileira. “O diagnóstico rápido da Febre Amarela possibilita que o paciente seja tratado com mais celeridade, ampliando suas possibilidades de cura”, afirma. “O dispositivo também pode ter papel relevante nas estratégias públicas de combate ao avanço da doença, por conseguir mapear em tempo real o surgimento de casos nas diversas regiões do País.”

Portfólio
Com o registro para o teste rápido de diagnóstico da Febre Amarela, a Bahiafarma amplia seu portfólio de ferramentas de diagnóstico. O laboratório público baiano já disponibiliza ao Ministério da Saúde dispositivos para identificação de infecção por Zika, Dengue e Febre Chikungunya, que estão sendo distribuídos para todo o País. Além disso, a Bahiafarma já obteve registros para fabricação de outras soluções diagnósticas, como os testes rápidos para HIV, Sífilis e Leishmaniose.

Voltar