Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos

Bahiafarma e outros integrantes da Alfob marcam presença em importante feira do setor

24 de maio de 2017
FCEAlfob111

Associação dos laboratórios oficiais leva à FCE Pharma suas experiências na ampliação e modernização do mercado brasileiro de medicamentos

A 22ª edição da FCE Pharma – Exposição Internacional de Tecnologia para a Indústria Farmacêutica marca a primeira participação da Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Oficiais do Brasil (Alfob) na feira, tida como uma das mais importantes para o setor farmacêutico na América Latina. O evento, realizado pela NürnbergMesse, ocorre até o dia 25 (quinta-feira), no São Paulo Expo.

“Pelo porte e pela relevância da FCE Pharma, entendemos que faz todo o sentido a presença da Alfob, para mostrar o trabalho desenvolvido pelos laboratórios públicos brasileiros, nossas experiências bem-sucedidas no mercado de saúde e de que forma podemos contribuir com o setor”, afirma o presidente em exercício da associação e diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias.

O executivo lembra que a Alfob e seus associados têm papel central no programa do Ministério da Saúde de Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDP), cujo objetivo é nacionalizar tecnologias e gerar economia direta ao Sistema Único de Saúde (SUS) na aquisição de medicamentos, hemoderivados, vacinas e produtos para saúde. “Os laboratórios farmacêuticos públicos são importantes parceiros da indústria para a viabilização de investimentos que busquem a nacionalização de tecnologias estratégicas e acesso ao mercado institucional de saúde no Brasil”, explica Dias.

Segundo o idealizador da presença da Alfob na FCE Pharma, o diretor do Laboratório Farmacêutico do Estado do Rio Grande do Sul (Lafergs), Paulo Mayorga, o conceito de montar um estande da associação na feira foi o de estreitar as relações entre a indústria e os laboratórios públicos, permitindo novas parcerias. “Além das PDPs, há muito espaço para desenvolvimento de acordos produtivos entre os laboratórios oficiais e a indústria”, avalia.

Mayorga e Dias ressaltam a importância da interlocução próxima entre laboratórios públicos e indústria e afirmam que a FCE Pharma é uma das melhores oportunidades para interagir com potenciais fornecedores. “Como os laboratórios públicos passam por constantes processos de internalização de técnicas e procedimentos, é fundamental a aproximação com a indústria de equipamentos e tecnologias para a área farmacêutica”, diz o diretor-presidente da Bahiafarma. “A FCE Pharma é uma oportunidade de encontrar todos os principais fornecedores do setor reunidos em um mesmo local.”

Para o managing director da NürnbergMesse Brasil, organizadora do evento, João Paulo Picolo, a presença da Alfob na FCE Pharma é uma “oportunidade de oferecer novas experiências” aos participantes da feira. “Os laboratórios oficiais são de grande importância para o mercado farmacêutico”, afirma. “Eles podem contribuir com toda sua expertise para elaborar soluções e estratégias aos players do mercado farmacêutico, gerando soluções a médio e longo prazo. Sem dúvida é uma presença forte, que complementa o evento e reforça nosso compromisso com o desenvolvimento do setor.”

Voltar